Perfil Dicas

Abandone a chapinha e assuma os cacheados!

Fonte: Pinterest

Cabelos cacheados ?

Aceitação, amor próprio. Essas palavras estavam esquecidas no fundo do armário mas a cada dia elas tomam forma e vem para as ruas andar de mãos dadas com a mulherada. Com as famosas não foi diferente. Um dos passos mais marcantes foi assumir os fios naturais e projetar no mercado estético um novo formato de público.

Para você ter ideia as buscas no Google por “cabelos cacheados” superam as por “cabelo liso”. Nos últimos dois anos, o interesse por cabelos em estilo afro subiu 309%.Os resultados do buscador apontam para uma tendência que conquista cada vez mais adeptos: a de deixar a química de lado e assumir, com muito orgulho, o cabelo ao natural.

perfil-cacheado-salao
Fonte: Pinterest

Se empolgou? Descubra como passar pela transição capilar e arrasar por aí com a cabeleira. Fique atenta às dicas:

1- A primeira dúvida que nos vem à cabeça é: o que realmente é a tal transição capilar?

Nada mais é do que o processo que seu cabelo dá tchau para a química até crescer totalmente e chegar ao natural.

2- QUANTO TEMPO DURA A TRANSIÇÃO CAPILAR?

Não existe um tempo certo. Tudo vai depender do ritmo de crescimento dos seus fios, da química que você utilizava – se era forte ou fraca, o que pode influenciar na recuperação das madeixas. Mas a partir do momento em que você decide fazer essa mudança em sua vida, já podemos contar como período de transição. Algumas meninas levam poucos meses porque acabam optando por cortar toda a química com o Big Chop (grande corte, em português), outras preferem esperar a raiz crescer e ir cortando aos poucos.

3- TENHO DIFICULDADES PARA CACHEAR A PARTE INDEFINIDA (AINDA COM QUÍMICA). O QUE FAÇO?

Penteados diversos ajudam aguentar o período de transição. Aposte na sua criatividade e prenda as madeixas de diferentes formas. Vale apostar nas tranças e também nos turbantes!

perfil-cacheado-salao
Fonte: Pinterest

Até a próxima, beijos.

Mariana Pontes

No comments yet! You be the first to comment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *